quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Sonhos

Muitos sonhos estão ao alcance dos dedos,
mas por falta de assertividade ou por medo,
escorrem por entre eles como se fossem água,
e aí ficam... só na vontade...em silenciosa mágoa...

Outros sonhos vão além de um simples olhar
Enchem de perfume a sala, ficam suspensos no ar!
Mordidos, vazam através dos dentes como um aviso
E se fazem reais na resposta simples de um soriso!

Miro 16.12.2009

Um comentário:

damaria disse...

hoje eu precisava muito saber se algum dia fui ente sonhado...