sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Máscaras

18.02.2011 Aniversário da Mônica com sua Turma em algum bar do Largo da Ordem

MIKROPOESIAS

No Bar No Lar
Máscara, Ego escondido Máscara, Ego escondido
Olimpo como maconha Entre Deuses e Vícios
De um banheiro limpo No Olimpo ou na maconha
De todas as intenções. Nas macumbas disfarçadas
Atirados Eus em porções
Em um banheiro limpo
De todas as boas inten
ções...


MARCELO MAYER
Máscaras....
Bonitas são as que vem
Sem fantasias!


CASSSIANA
A seda na erva
A borracha no corpo
A máscara na alma
Necessária proteção
De um mundo limpo!

MINICONTOS
Sente aquilo que te leva
Ao espelho vermelho
Máquina de motes
Que arranca
O primeiro rosto...


MARCIO
Máscaras não refletem
Apenas disfarçam...


MARCELO MAYER
Beber é investimento
Amor é gasto...


MIKROPOESIAS
Eu largo da ordem para ir em busca de um caos estreito, como máscaras e vomito as intenções mais caras de meus alienados conceitos.

Um comentário:

Cassiana disse...

ah que loucura
precisei tirar uma e tantas máscaras lá pra entender essa coisa de chegar aos deuses se entregando a vícios hein!! hahaha
se é que já entendi né, com tantos eus tentando me manter com essa cara de quadrada
adorei tudo e ainda o complemento do lar! que lindo!!
beijo!!!