quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Scrap

Miro 26.11.2008

Quero que Você cole em mim
Sobrepondo tua imagem nova
Adesivada de tantas tristezas
Num kit que combine leve
Tua beleza quase ingênua
Com o meu álbum de memórias
Emoldurando com teus cachos
O scrap tonto dos meus passos.

Quero que Você cole em mim
Em livres camadas sucessivas
As fitas de tuas vontades
Que combinem teu retrato
Com as minhas bordas loucas
Num clipboard inusitado
Emoldurando com teus cachos
Um scrap louco nos meus laços.

Quero que Você cole em mim
Os teus carinhos dupla face
E os teus lábios super bonde
Em apliques leves, divertidos
No background de minha pele
A cola quente do teu gozo
Emoldurando com teus cachos
Um scrap pronto sem compassos.

Quero que Você cole em mim
Os rabiscos de teus devaneios
As fotos de tuas viagens
Constelação de ilhós em nós
Barbantes que nos entrelacem
Entre lençóis e outros recortes
Emoldurando com teus cachos
Teu scrap solto em meu espaço.

Um comentário:

damaria disse...

puta merda, que inveja desse povo que faz poesia, sabia?

só inveja. inveja mesmo. (não é olho-grande, rs)